Morro de São Paulo: Contratação de Passeios

Durante a fase de planejamento de nossa viagem percebemos que o Morro de São Paulo, apesar de ser uma ilha, o que a princípio nos daria apenas atividades de passeios de barco e atividades bem características de praia, conta com atividades um pouco mais emocionantes. Aliás, muitas atividades, você pode passar um fim de semana, uma semana, várias semanas sempre vai ter coisas a fazer.

Na fase de pesquisa, descobrimos uma agência de turismo que sempre foi muito prestativa: Rota Tropical. Durante algum tempo ficamos na dúvida se fechávamos os passeios com eles ainda no Rio ou esperávamos chegar ao Morro de São Paulo para ver como as coisas funcionam. Era bem provável que diretamente no Morro o preço dos passeios fossem mais baratos. Afinal, a agência tem que ter o percentual de lucro deles.

rota-tropical-morro-de-sao-paulo-2

Depois de muito pensar, resolvermos fechar com a Rota Tropical por dois motivos. Primeiro, pagaríamos com o cartão de crédito, ou seja, mais milhas, mas também pesamos a questão de ser difícil tirar dinheiro no Morro e já estarmos indo com um valor significativo em espécie, pois os 50% a pagar no hotel deveriam ser feito em dinheiro. Segundo, em Ilha Grande, tivemos um problema com uma agência de turismo pouco organizada e por pouco não ficamos um dia inteiro sem passeio, vejam nesse post aqui.

Fechamos quase todos os passeios com a Rota Tropical e os que não foram diretamente com eles foram indicados por eles. Nós fomos atendidos pela Andrea que sempre foi muito atenciosa, tanto por emails quanto pessoalmente. Na hora da reserva ela me informou que eu poderia mudar alguns dias de passeios quando chegasse lá porque alguns deles dependiam do tempo. Então, nós fechamos os dias ainda no Rio, em seguida ela nos mandou o link para pagamento online com cartão de crédito e depois nos enviou um email de confirmação que deveria ser trocado por voucher’s individuais no Morro de São Paulo.

Aluguel de carro

Nós agendamos um passeio para o dia seguinte que chegávamos ao Morro de São Paulo. Logo, tínhamos que chegar e ir trocar o voucher. Tudo seria feito tranquilamente se a nossa ida não tivesse levado o dobro do tempo para chegar à ilha, ou seja, nós chegamos no Hotel Portaló, fizemos check in, o Bruno levou as malas para o quarto e fomos procurar a agência para fazer a troca, tudo na correria. Também podíamos ir no dia seguinte, mas teríamos que acordar mais cedo para fazer a troca dos voucher’s logo que a loja abre, às 8:30. Preferimos a correria no primeiro dia.

Quando chegamos na loja conversamos um bom tempo com a Andrea que continuou sendo bem atenciosa e deu várias dicas sobre o Morro. Ela mesma sugeriu a alteração das datas de alguns passeios a partir do que ela sabia sobre as tábuas de mares. Nós nunca tínhamos visto como as marés influenciam no mar como vimos nessa viagem. É a partir da alta e baixa da maré que é possível fazer ou não diversas atividade em alguns pontos do Morro.

Por esses motivos, indicamos a Rota Tropical, apesar do valor dos passeios serem, de fato, um pouco mais caro do que se você fechar com as várias pessoas que te abordam na rua querendo vender passeio. Se fechar com essas pessoas não vai ter muito como discutir se as piscinas naturais estarão ou não boas naquele dia. Mas se for importante economizar, você pode tentar dar uma olhada na tábua de marés do Climatempo e comprar os passeio com alguma ideia de como estará as piscinas.

Nos próximos posts, vamos falar de cada passeio especifico e dizer um pouco de como deve estar a maré pra ele ser perfeito. Apesar de um nosso não ter sido bom justamente por causa da maré e outros problemas.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Viagem realizada em Julho de 2013.

LEIA MAIS:
Morro de São Paulo: Restaurantes – parte 2
Morro de São Paulo: Voltando a Salvador
Morro de São Paulo: Voo de Paramotor

Posted in AMERICA DO SUL, BAHIA, BRASIL, MORRO DE SÃO PAULO and tagged , , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

2 Comments

  1. Tatiane e Bruno,

    Adoramos a matéria e ficamos muito felizes em ter feito parte da inesquecível viagem de vocês. Receber o reconhecimento de nossos clientes e, principalmente, uma homenagem como essa nos enche de orgulho e nos dá a certeza de que estamos indo pelo caminho certo.

    Esperamos que voltem em breve para Morro de São Paulo, e, quando precisarem, podem contar conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *