Metrô: deixe a esquerda livre em escadas rolantes

O Brasil vai sediar daqui alguns meses a tão falada Copa do Mundo de 2014 e daqui a alguns poucos anos o Rio de Janeiro sediará as Olimpíadas. Isso todo mundo já sabe há muito tempo. Todo mundo já sabe também que as cidades com eventos receberão um grande número de turistas. Turistas que provavelmente utilizarão alguns de nossos transportes públicos.Eu, como usuária frequentes destes meios de locomoção, queria escrever umas pequenas coisas que tem me incomodado bastante. Vai que posso ajudar alguns leitores que não perceberam uns pequenos detalhes de viver em coletividade?!

Eu não era usuária do Metrô até poucos meses atrás, mas o trânsito do Rio começou a me irritar profundamente. Principalmente, quando me dei conta que de ônibus eu levava, muitas vezes, mais de 1 hora de Botafogo para o Centro e de metrô menos de 30 minutos. A partir dessa constatação passei a andar, principalmente, de metrô para todos os lugares.

Nesse meio tempo, fui aprendendo as regras de convívio do Metrô. Tomei uma bronca de um rapaz porque entrei no metrô lendo meu livro e sentei num lugar preferencial sem notar, no Rio temos 2 modelos de metro diferentes, num deles 2 assentos no meio de 4 preferenciais são abertos a todos enquanto em outro são todos os 6 assentos preferenciais. Mas foi bom, nunca mais cometi o mesmo erro.  Agora tem 2 coisas que algumas pessoas fazem frequentemente que me incomoda muito.

Aluguel de carro

Escadas Rolantes 
Vou contar uma experiência pessoal. Recentemente, me deparei com várias pessoas paradas na escada rolante do metrô, cada uma de um lado. Ninguém falando com ninguém na escada rolante. Na minha frente, um rapaz que estava com pressa, ele começou a fazer o zigue-zague na escada rolante para chegar mais rápido. Então, uma das pessoas começou a reclamar. Essa pessoa estava parada ao lado esquerdo, enquanto seu acompanhante, subia ao seu lado pela escada normal. Em suas frases de reclamação ela afirmava que era preguiçosa e se ele estava com pressa devia subir pela escada normal e que por fazer o zigue-zague merecia uma bolsada.

Fonte: Facebook do Metrô do Rio

Fonte: Facebook do Metrô do Rio

Acredito que essa pessoa não conhece a campanha do Metrô para deixarmos o lado esquerdo livre para os usuários que desejarem subir andando. Pois é, existe uma convenção que o lado esquerdo deve ficar livre e não é apenas no Rio,  ou no Brasil. Em muitos países é assim que funciona. Ouvi dizer, espero poder ver um dia, que essas filas no Japão são extremamente bem feitas e respeitadíssimas.

Então, seria ótimo que nós começássemos a nós acostumar com isso. Assim, passaríamos, em outros países ou não, uma boa imagem como turistas e cidadãos.

Sinalização no chão
Esse item me incomoda menos, mas mesmo assim me faz pensar e acho válido escrever a respeito.No Metrô de Botafogo, há uma sinalização, no chão, nas escadas laterais que levam a plataforma do metrô. A escada tem uma divisão com faixa amarela e umas setas que sinalizam qual é o lado de descida e o lado de subida. Mas ninguém respeita essas setas.

Acredito que os motivos para isso seja o fato do fluxo de saída do metrô ser muito concentrado nessas saídas laterais. Ou seja, tem muita gente saindo do metro nas saídas laterais e poucas querendo entrar. Assim a grande multidão ocupa os dois lados da escada e quem quer descer tem que ir abrindo passagem.

Já vi algumas pessoas querendo deixar um dos lados mais livre, mas elas escolheram o lado errado para fazer isso. Ou seja, não prestou atenção na sinalização. Nessa sinalização, percebemos que a sua lógica é diferente da escada rolante. O lado que deve ficar vazio para os que desejam chegar ao metrô é o direito. Se pensarmos nessa mudança, nesse caso, faz sentido porque a pessoa que desce pelo lado direito já sai na porta do Metrô e não tem que atravessar todos os que estão saindo dele para conseguir entrar.

Conclusão
Preste um pouco de atenção as placas que indicam as orientações para a boa convivência enquanto está utilizando o transporte público. E também tenha um pouco de bom senso e cordialidade porque um dia você pode estar sem pressa e no não.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

LEIA MAIS:
Rio de Janeiro: Tour de Bar em Bar
Rio de Janeiro: Bar Palhinha
Rio de Janeiro: Tour Pelos Trilhos de Santa Teresa

Posted in AMERICA DO SUL, BRASIL, CIDADE DO RIO, RIO DE JANEIRO and tagged , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *