Mato Grosso: Chapada dos Guimarães – Cachoeira Véu de Noiva

Depois de alguns passeios alternativos nos arredores da Chapada dos Guimarães, feitos com a Tribo do Remo. Começamos os passeios característicos da região: trilhas e cachoeiras.

Então, em nosso primeiro dia dessas atividades, encontramos com a Manoela Laurindo, nossa guia por 4 dias na chapada, na praça central e seguimos em direção ao Parque Nacional. Fizemos esse percurso durante 3 dos 4 dias em que estávamos na região. A ida até a entrada da Cachoeira Véu de Noiva é se faz necessária devido ao controle de acesso as demais trilha da região. Todos os dias que estivemos lá, a Manoela entrega um voucher com os nossos dados e o passeio que faríamos. Ela também pega a chave que dava acesso as trilhas.

Nesse primeiro dia, a Manoela nos informou que a trilha da Cachoeira Véu de noiva era autoguiada. Então, ela nos indicou fazermos essa pequena trilha assim que chegássemos lá, enquanto, ela resolvi os tramites da nossa segunda parada. Acho que a nossa guia pensou que em 20 minutos estaríamos de volta, só que como o Bruno adora foto de natureza e queria uma foto perfeita da cachoeira nós levamos algo em torno de uma hora.

Veu_da_Noiva-2

Aluguel de carro

Cachoeira Véu de Noiva
A Cachoeira fica na entrada do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães. Ela é formada pelas águas do rio Coxipó e tem 86 metros de queda. Seu tamanho já seria algo impressionante. Mas para completar a beleza da cachoeira ela se encontra num vale ao redor das escarpas do morro – formadas de arenito.

Veu_da_Noiva-3

Veu_da_Noiva-5

Veu_da_Noiva-4

A trilha até os mirantes levou aproximadamente 20 minutos, feitos sem nenhuma pressa. Só esse caminho já nos contemplou com plantas muito bonitas, mas à medida que fomos descendo começamos a nos aproximar e nos encantar com a grandeza do paredão e da queda d’água.

Veu_da_Noiva-12

Veu_da_Noiva-11

Veu_da_Noiva-13

Quando chegamos no mirante não havia muitas pessoas, então, primeiro aproveitamos o mirante lateral e em seguida fomos ao mirante central, que nos mostra de perto toda a imensidão da cachoeira. Depois de um bom tempo ali tirando fotos, começamos o nosso caminho de volta. O calor já estava bem forte e fizemos a volta ainda mais devagar que a ida.

Veu_da_Noiva-8

Veu_da_Noiva-9

Veu_da_Noiva-10

Antigamente, era possível fazer uma trilha até a base da cachoeira, mas devido a degradação do lugar que as pessoas estavam causando, essa trilha foi proibida.

Veu_da_Noiva-6

Aproveitamos para indicar o trabalho da Manoela Larindo. Vou deixar aqui o contato dela para vocês: email e whatsapp: (65) 9943-5651.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Viagem realizada em Junho de 2015.

LEIA MAIS:
Mato Grosso: Chapada dos Guimarães – Circuito das Cavernas
Mato Grosso: Chapada dos Guimarães – Centro Geodésico
Mato Grosso: Chapada dos Guimarães – Cantinho da Gula

Posted in AMERICA DO SUL, BRASIL, CHAPADA DOS GUIMARÃES, MATO GROSSO and tagged , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *