Rio Grande do Sul: Bento Gonçalves – Casa da Ovelha

Já ouviu falar dos Caminhos de Pedra em Bento Gonçalves?!

Pois é, eu nunca tinha ouvido falar até chegar lá. Afinal, como a nossa ida ao Rio Grande do Sul foi para a participação do #TchÊncontro eu não me preocupei nada com o planejamento e fui surpreendida com um lugar incrivelmente lindo que já entrou na minha lista de lugares para voltar com mais dias e repetir algumas paradas e acrescentar outras.

Caminhos de Pedra: um pouco de história
A criação do roteiro – Caminhos de Pedra – teve o objetivo de resgatar, preservar e dinamizar a cultura que os imigrantes italianos trouxeram à serra gaúcha a partir de 1875.

A ideia de criação desse roteiro teve como base o levantamento arquitetônico de todo o interior de Bento Gonçalves. Nesse levantamento ficou constatado que o local conhecido como Distrito de São Pedro possuía o maior acervo de casas antigas. Além disso, ele conservava sua cultura, história e era de fácil acesso fácil, o que foi visto como um grande potencial turístico.

Por isso, foi importante uma ação rápida para que a decadência e abandono não fizesse com que mais casas históricas fossem perdidas como ocorreu com algumas casas da região. Dessa forma, Hotel Dall’Onder investiu recursos na restauração das 4 primeiras casas e outras obras emergenciais. O primeiro grupo de turistas, em 1992, foi recebido na Casa Merlo, Casa Bertarello, Ferraria Ferri e Cantina Strapazzon.

Depois desse ponta pé inicial e da demonstração que era possível transformar a região num pólo turístico, um projeto mais abrangente foi montado. Ele buscava o resgate de todo o patrimônio cultural e não só o arquitetônico, mas também envolvia a língua, o folclore, a arte, as habilidades manuais, etc.

Atualmente, o roteiro conta com 15 pontos de visitação e 56 pontos de observação externa, mas ele se encontra em expansão. A Associação Caminhos de Pedra tem mais de uma centena de associados e o projeto, que é considerado pioneiro no Brasil no âmbito do turismo rural e cultural, recebe uma visitação média anual de 60.000 turistas.

Aposto que depois de conhecer um pouco mais sobre o Caminhos de Pedras você ficou até com vontade de visitar o local, não é mesmo? Pois ela só vai aumentar!

Aluguel de carro

Nossa primeira parada: A Casa da Ovelha
Assim que começamos a entrar pelas ruas de Bento Gonçalves e o Caminhos de Pedras começamos a achar o lugar muito bonitinho. Com certeza, é possível passar o dia inteiro passeando por suas ruas. Mas como nós já tínhamos um primeira parada prevista lá fomos nós para a Casa da Ovelha.

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-16

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-18

A Casa da Ovelha é uma fazenda de ovinos que conta com um espaço para visitação e apresentação referente ao trabalho desenvolvido. Como é possível de se imaginar, nós visitamos o local e participamos de uma demonstração de pastoreio de ovelhas. Esse trabalho é feito com o apoio de um cão da raça border collie, que eu adoraria levar para casa.

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-2

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-3

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-7

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-6

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-5

A apresentação foi incrível, nós estávamos no clima do pastoreio com os chapéus de fazendeiros que foram distribuídos e muito encantados com a habilidade desse cão. Assim que a apresentação acabou fomos direcionados a área onde estavam pequenas ovelhas. Nem preciso dizer que o grupo do #TchÊncontro parecia criança, todos queriam fazer carinho nas pequenas ovelhas, inclusive nós.

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-11

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-10

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-9

Depois dessa parada emotiva, seguimos para uma apresentação dos produtos da Casa da Ovelha. Na sala ao lado onde é feita toda a produção dos diversos produtos, nós fomos recebidos para uma pequena degustação. Foram apresentados a nós queijos com períodos de maturação diversos e com nomes que eu guardei para lembrar de degustar em maiores quantidades num outro momento como o feta, labneh e o famoso pecorino. Mas não paramos apenas nos queijos, pudemos apreciar também o iogurt da Casa da Ovelha e achamos muito saboroso e leve.

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-15

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-12

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-14

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre-13

Depois desse momento, fomos liberados a passear pela loja que se localiza no térreo. Lá pudemos comprar o queijo pecorino num kit degustação em quatro graus de matutação – fresco, 90, 180 e 270 dias. Além de degustarmos o suco produzido pelo local com quatro sabores de uva muito saborosos.

A visita a Casa da Ovelha foi muito interessante e repleta de atividades diferentes. Indicamos muito o a passeio, quando voltarmos ao Rio Grande do Sul, voltaremos ao Caminhos de Pedra e passaremos na Casa da Ovelha novamente, afinal, faltou a oportunidade de amamentarmos as pequenas ovelhas.

Casa_da_Ovelha_Bento_Concalves_Porto_Alegre

* O blog Por aí e Por aqui foi convidado a realizar a visitação a Casa da Ovelha sem custo nenhum devido a nossa participação no #TchÊncontro. A parceria foi realizada, mas a opinião expressa no relato é pessoal e de acordo com a experiência proporcionada pelo trabalho do hotel.*

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Dados Financeiros:
Visita: R$ 20,00 por pessoa

Viagem realizada em Julho de 2015.

LEIA MAIS:
Rio Grande do Sul: Porto Alegre –  Hotel Ibis Moinhos de Vento
Rio Grande do Sul: Restaurante Vilaró, em Porto Alegre
Rio Grande do Sul: Porto Alegre – Review – Hotel Laghetto Viverone Moinhos

Posted in AMERICA DO SUL, BENTO GONÇALVES, BRASIL, RIO GRANDE DO SUL and tagged , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *