Peru: Aguas Calientes: Opções de Onde Comer

Acreditamos que ninguém deva ter dificuldades em achar um restaurante, bar ou café em Aguas Calientes. Afinal, assim que saímos do trem, o que logo foi visto foram as inúmeras barraquinhas de artesanatos seguidas por muitos locais para comer.

Montanha_Machu_Picchu_Peru-23

O que pode se tornar uma grande dificuldade, na verdade, é se desvencilhar do grande número de pessoas que ficam na frente desses restaurante tentando convencer os turistas a entrarem.

Montanha_Machu_Picchu_Peru-32

Devido ao grande número de opções, nós vamos relatar aqui apenas dois lugares que tivemos a oportunidade de provar. Eles não são lugares famosos, na verdade, eles foram descobertos ao acaso. Mas uma opção que tínhamos em mente para o almoço era o Restaurante Índio Feliz, que acabamos não indo devido ao pouco tempo que tivemos entre a saída de Machu Picchu e a partida do trem para retorno a Cusco.

Montanha_Machu_Picchu_Peru-24

Aluguel de carro

Restaurante 1 
O primeiro restaurante em que fomos foi na rua Yahuar Huaca, o último da rua que não lembramos o nome. Essa rua fica ao lado dos trilhos do trem, a duas quadras do Hostal Sol del Oro, onde nos hospedamos.

Quando chegamos lá, o local estava bem vazio, mas ainda era cedo para uma sexta-feira a noite. Mas como achamos o local agradável, com uma decoração arrumadinha, do lado do rio e com um garçom simpático e um espaço de pizza a lenha bem interessante resolvemos tentar. Na verdade, estávamos a procura de um restaurante bem indicado que vimos no foursquare, mas não acho que seja o que acabamos provando.

Montanha_Machu_Picchu_Peru-31

Montanha_Machu_Picchu_Peru-30

Montanha_Machu_Picchu_Peru-35

A comida estava bastante saborosa e ficamos contentes com a nossa opção. Pudemos apreciar o ambiente calmo, comida saborosa e uma boa cerveja cusqueña. Nada em Aguas Calientes é longe, mas o fato do restaurante ser do lado da nossa hospedagem foi bom, porque pudemos ficar o maior tempo possível lá e depois dormirmos cedo para acordar muito cedo no dia seguinte.

Restaurante Fortaleza
O segundo restaurante que fomos em Aguas Caliente foi o Restaurante Fortaleza que se localiza na Praça Central. Nós optamos por ficar no segundo andar e acabamos ficando praticamente sozinhos, enquanto no primeiro andar o ritmo era mais agitado.

Fomos atendidos por uma pessoa que estava muito interessado em conversar com a gente e, por conta disso, tivemos um atendimento muito individualizado. Ele já tinha passado uma temporada no Brasil e estava muito contente em poder compartilhar um pouco das experiências de vida dele.

Só olhando essas fotos que percebi que não fomos nada criativos nas escolhas de alimentação. Pelo visto, foram dois dias comendo massas, será que estávamos cansados da comida peruana depois de 23 dias em contato direto com ela?!

Montanha_Machu_Picchu_Peru-33

Montanha_Machu_Picchu_Peru-34

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Dados Financeiros:
Restaurante 1: S./ 103,00
Restaurante 2: S./ 86,00

Viagem realizada em Agosto de 2014.

LEIA MAIS:
Peru: Cusco – Vale Sur – Andahuaylilas, Tipon e Piquillacta
Peru: Cusco – Moray, Maras e Salineira
Peru: Cusco – Valle Sagrado dos Incas

Posted in AGUAS CALIENTES, AMERICA DO SUL, GASTRONOMIA, PERU and tagged , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

2 Comments

  1. Não sei se vcs deram muita sorte ou eu que dei muito azar.. cada lugarzinho mequetrefe em AC… tô até enrolando pra escrever os posts de lá… Mas ainda assim, vale muito a pena comer em restaurante ruim, mas não ter que encarar o bate-volta demorado Cusco-Aguas Calientes!!!

    • Poxa, Fernanda!
      Que chato isso, né?!
      O primeiro lugar, que eu nem lembro o nome, só a localização mesmo, foi uma grata surpresa. A massa, o molhinho de pimenta e a sobremesa estavam bem gostosos mesmo.

      O segundo foi, ok, até porque massa ruim tem que ser muito mal cozinheiro, né?!

      Mas no geral foi de boa pra Aguas Calientes.

      Eu adorei ter passado duas noites lá. Afinal, o nosso estilo de viagem é mais slow motion mesmo!

      Abraços,
      Tati!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *